top of page

OS SONHOS QUE SEGURAM O MUNDO

Uma homenagem a José Saramago

No dia em que José Saramago completaria 100 anos, celebrámos a sua obra, demos voz às suas palavras, trazendo à cena algumas das suas personagens, que, como disse o próprio, são a sua própria voz, os mestres que fizeram dele a pessoa em que se reconhece.

Nas obras que selecionámos para este espetáculo, e podiam ter sido tantas outras, há uma acutilante urgência de pensar a Humanidade. Há um passado que tem a função de criticar o presente, a consciência de que “o mundo tem mais para nos dizer do que aquilo que somos capazes de entender”.

A narrativa do espetáculo é toda ela construída com as palavras de José Saramago, as das obras selecionadas, mas também as do discurso pronunciado aquando da receção do Prémio Nobel da Literatura, em 1998. As peças musicais dialogam com as palavras ditas, criam uma cumplicidade que sublinha a importância da obra de José Saramago, onde há lugar aos sonhos que seguram o mundo.

Saramago 2.JPG
bottom of page